sábado, julho 24, 2010

Caldas da Rainha: Manifestantes contra tourada organizada pelo CDS-PP

Caldas da Rainha, Leiria, 24 jul (Lusa) -- Cerca de meia centena de manifestantes está concentrada junto à praça de touros das Caldas da Rainha em protesto contra a realização de uma tourada organizada pelo CDS-PP.

"Queremos mostrar ao CDS-PP, e à Juventude Popular, que organizou esta vergonhosa tourada, que nós, a população e os votantes, estamos a ver esta vergonha e na altura de votar vamos tomar as nossas decisões" disse à Agência Lusa Rita Silva, presidente da Associação Animal, organizadora da manifestação.

À Associação Animal juntaram-se a associação Ecológica alternativa -- Planeta Azul - e ativistas do movimento cívico CREA - Caldas da Rainha pela ética animal.


Meia centena de manifestantes concentrou-se junto à praça de touros nas Caldas da Raínha
Cerca de meia centena de manifestantes está concentrada junto à praça de touros das Caldas da Rainha em protesto contra a realização de uma tourada organizada pelo CDS-PP, escreve a Lusa.
«Queremos mostrar ao CDS-PP, e à Juventude Popular, que organizou esta vergonhosa tourada, que nós, a população e os votantes, estamos a ver esta vergonha e na altura de votar vamos tomar as nossas decisões» disse à Lusa Rita Silva, presidente da Associação Animal, organizadora da manifestação.

À Associação Animal juntaram-se a Associação Ecológica alternativa ¿ Planeta Azul - e ativistas do movimento cívico CREA - Caldas da Rainha pela ética animal.

Da centena de manifestantes que a organização esperava cativar, só cerca de metade aderiu ao protesto que Rita Silva assegurou ser «pacífico, silencioso e sobretudo visual».

A mensagem de que «o CDS tem as mãos manchadas de sangue» é transmitida através de cinco jovens com as mãos pintadas de vermelho, estrategicamente localizados atrás de um pano preto com a palavra vergonha pintada a letras vermelhas.

Cartazes e lonas ostentando frases contra a tourada e a tortura de animais levantados acima das cabeças dos restantes manifestantes completam o protesto silencioso que se irá manter no local até cerca das 22:00.

A manifestação foi antecedida, esta manhã, por uma ação promovida pelo deputado Heitor de Sousa, do Bloco de Esquerda (BE), que distribuiu à população panfletos a repudiar a tourada organizada pelo PP e que conta, na assistência, com a presença do lider do partido, Paulo Portas.

«Ao colocar a sua chancela na tourada, o CDS deixa cair irreversivelmente a sua máscara de proclamadores da não violência e do respeito pelos animais», afirmou o BE, acusando o PP de ceder «o passo ao populismo desde que na calculadora política as suas acções lhes pareçam trazer mais votos».

O ex-secretário-geral do PP João Almeida admitiu à Lusa alguma «surpresa» pelas críticas do BE, que considerou «uma incoerência e uma hipocrisia».

«Não tenho registo, nem nenhuma evidência de que o BE alguma vez tenha andado a distribuir panfletos nos "rodeo" e touradas organizadas pela Câmara de Salvaterra de Magos, que é liderada pelo Bloco», acrescentou João Almeida.

Sem comentários:

Enviar um comentário